Conselho Municipal da Juventude de Ouro Preto será reativado

Projeto de Lei de autoria do vereador Matheus Pacheco, aprovado em 06 de maio, modifica e atualiza o Comju

O Conselho Municipal da Juventude de Ouro Preto (Comju) será reativado. Isso porque no dia 06 de maio, durante a 34ª Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Ouro Preto, foi aprovado, em redação final, um Projeto de Lei que atualiza e modifica o Conselho. O objetivo é atender melhor às demandas da juventude ouro-pretana. Na última segunda-feira (17), uma pequena cerimônia, que contou com a presença de alguns jovens de bairros e distritos do município, do vereador Matheus Pacheco, autor do projeto, do prefeito Angelo Oswaldo, da vice-prefeita Regina Braga, e dos vereadores Sandrinho e Naércio França marcou a assinatura do Projeto.

O vereador Matheus Pacheco explica que o Comju já existia no município, mas estava desativado por conta de um esvaziamento das representativas e organizações. “Nós sabemos que hoje, em 2021, temos uma série de agremiações, de organizações e de instituições que se formaram nos últimos anos, além de movimentos pastorais e dentro da UFOP. Por isso, os desafios hoje são outros e é necessária a reativação desse Conselho”, destaca.

Matheus destaca que o maior objetivo do executivo durante o período eleitoral foi evidenciar políticas públicas para a juventude, principalmente com a retomada do Programa Jovem de Ouro de uma outra forma. “Seria de uma forma tecnológica, informatizada e que pudesse atender a expectativa do jovem hoje. E essas discussões precisam passar pelo Conselho Municipal de Juventude”.

O vereador ainda explica que é o Conselho que delibera, que discute e que emite parecer. “Fizemos alteração na Lei, colocando algumas especificações, como, por exemplo, destinando vagas para organizações da sociedade civil que atuam nos distritos. É muito importante que a gente saia um pouco do olhar da sede e possa entender Ouro Preto como um todo. Além disso, que a gente possa ter interlocução melhor com os movimentos dentro da UFOP, que é referência para todo mundo, com diversos programas de extensão, de pesquisa e a juventude ouro-pretana também está dentro da UFOP”.

O autor do projeto destaca que é importante que as instituições possam participar, como o IFMG e o Programa Rede Cidadã. “É importante também a participação dos Grêmios estudantis, das escolas estaduais aqui da cidade e dos distritos. Também a representatividade das Pastorais da Juventude, que discutem projetos para os jovens. Nós precisamos alavancar essa discussão de Políticas Públicas para a Juventude”.

O vereador acredita que com a reativação do Conselho essas pautas serão alavancadas. “É necessário um Conselho ativo, um conselho protagonista engajado e preparado para atuar de forma coerente e também efetiva para essa construção”, finaliza.

Texto : Adriana Moreira

Fotos : Ane Souz

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google

ÚLTIMAS

Endereço

Belo Horizonte – Minas Gerais

Apolo Sites © 2021 | Todos os direitos reservados.