MOSTRA TIRADENTES PROMOVE AÇÃO PRESENCIAL PARA CELEBRAR 25 ANOS NA PRAÇA DA CIDADE HISTÓRICA

Ao longo de cinco dias, de 27 de abril a 1o de maio, o público poderá desfrutar de uma programação intensa e gratuita, que inclui sessões de filmes e atrações artísticas para comemorar os 25 anos do maior evento do cinema brasileiro na cidade de Tiradentes

Os 25 anos da Mostra de Cinema de Tiradentes serão também celebrados na cidade de Tiradentes com programação especial para todas as idades. O cenário escolhido é o Largo das Forras – a praça principal, que receberá entre os dias 27 de abril e 1o de maio, de quarta a domingo, várias atrações gratuitas, como o cinema ao ar livre – o Cine Copasa na Praça –, a Praça da Turma do Pipoca, a Praça de Convivência e a Rádio CBMM.

“Queremos celebrar, com a cidade que sempre nos acolheu, os 25 anos da Mostra de Tiradentes com a oferta de uma programação popular que vai agradar a todas as idades, gerar integração com as escolas, proporcionar diversão e entretenimento e festejar o cinema brasileiro em conexão com as outras artes em cenário cinematográfico, além de reunir os parceiros e patrocinadores para agradecer a soma de esforços na viabilização do evento”, destaca Raquel Hallak, Diretora da Universo Produção e Coordenadora Geral da Mostra Tiradentes.

A abertura oficial acontece no dia 27, com o Cine Copasa na Praça, às 20h, com as participações especiais dos artistas Josy.Anne, Marcelo Dai e Marcelo Veronez em performance audiovisual dirigida por Chico de Paula, e trilha sonora de Barulhista.

A programação é intensa e gratuita, e inclui ainda Sessões de Cinema, Mostrinha, Exposição, Rodas de Conversa, Teatro de Rua, Cortejo da Arte, Brincadeiras com presença dos personagens da Turma do Pipoca, Show de Mágica, Intervenções Artísticas e Circenses, Performance, Lançamento de Livro, Oficinas, Videoarte e Ações Interativas da Rádio CBMM.

Cinema para toda a família. É com esse propósito que a programação presencial da 25ª. Mostra Tiradentes reúne e exibe 17 filmes brasileiros – 5 longas e 12 curtas-metragens divididos em 8 sessões – sempre na Praça. Dentre elas, duas sessões serão direcionadas ao público infanto-juvenil – a Mostrinha, que contará com a presença dos personagens da Turma do Pipoca.

A curadoria desenhou uma programação para agradar ao público em geral. Em uma ação inédita na Mostra, as sessões de longas-metragens apresentam um quarteto de comédias brasileiras, um gênero com forte apelo popular e pouco representado em eventos audiovisuais nacionais. “O recorte do gênero comédia traz uma produção nem sempre contemplada nos festivais brasileiros. Esses filmes, geralmente, nem sequer passam à porta dos grandes festivais, incluindo aí àqueles abertos à produção mais robustamente comercial”, observa Francis Vogner dos Santos, curador de longas-metragens.

Na visão do curador, porém, a comédia é um gênero campeão de bilheterias, muito visto pelo grande público e, pouco, por gente de cinema. “Não é raro ouvirmos alguém dizer ‘as comédias’ como se fossem todas iguais, como se fossem laranjas idênticas no mesmo balaio. Não são, e precisam ser vistas nas diferenças, como também é preciso reconhecer os padrões e as suas estratégias”, acrescenta o curador.

SESSÕES DE LONGAS-METRAGENS

Serão exibidos cinco longas-metragens no decorrer da programação. A sessão de abertura acontece na quarta, dia 27 de abril, às 20h, e exibe a comédia “A Sogra Perfeita”, dirigida por Cris D’Amato e estrelada pela atriz e comediante Cacau Protásio. “Cacau Protásio é um grande talento, com um carisma raro. É uma comédia tradicional do cinema brasileiro, com piadas de duplo sentido, personagens suburbanos, um texto e uma prosódia ativados pelo imaginário de valores e expectativas contemporâneos”, destaca o curador Francis Vogner dos Reis. O ator protagonista Luis Navarro marca presença na abertura e, após a sessão do filme, participa de bate-papo com o público.

Na quinta-feira, dia 28 de abril, às 20h, a tela da praça muda de tom com a comédia romântica “Eduardo e Mônica”, recriação cinematográfica da música da banda Legião Urbana, dirigida por René Sampaio, com Alice Braga e Gabriel Leone nos papéis do casal-título. Após a sessão do filme, o diretor e a atriz Bruna Spínola participam de bate-papo com a plateia.

A seleção de longas ainda conta com dois filmes que trazem o comediante Edimilson Filho no elenco. O primeiro deles é “Cabras da Peste”, de Vitor Brandt, atuando ao lado de Matheus Nachtergaele, e será apresentado na sexta-feira, dia 29 de abril, às 21h. O outro, “Não Vamos Pagar Nada”, de João Fonseca, será exibido no sábado, dia 30 de abril, também às 21h – e o comediante contracena com a atriz Samantha Schmütz.

Já a criançada vai se divertir com a animação Tromba Trem – O Filme, direção de Zé Brandão que será exibida no dia 1o de maio, domingo, às 18h. O filme acompanha o divertido elefante Gajah depois que ele se torna uma celebridade da noite para o dia. E a Turma do Pipoca e o Palhaço Maizena participam da sessão que promete ser pura diversão.

SESSÕES DE CURTAS-METRAGENS

Os curtas também têm espaço cativo na programação do evento. Uma oportunidade de conhecer histórias diversificadas no formato de curta duração em sessões que pretendem reunir toda a família. Serão exibidos 12 títulos divididos em três sessões – Mostra Valores, Mostrinha e Curtas na Praça.

“Os curtas-metragens foram escolhidos também pelo desejo de proporcionar uma experiência de encontro com o público na praça, como uma celebração coletiva depois de dois anos sem a possibilidade de ver filmes juntos”, conforme destaca a curadora Tatiana Carvalho Costa.

No sábado, dia 30 de abril, às 18h, tem Mostrinha para a criançada, revisitando títulos exibidos nas últimas quatro edições, com filmes educativos e lúdicos, de temas variados, para atender a demanda de todas as idades

Já no domingo, 1o de maio, a sessão Curtas está dividida em duas mostras. A Mostra Valores reúne três filmes focados em apresentar realizações de ações desenvolvidas por protagonistas e projetos que fazem a diferença nos locais onde atuam, sendo que dois integram o projeto da série Pessoas Transformam, promovido pela CBMM, e um curta foi realizado por agentes da cidade de Tiradentes.

Já a sessão Curtas na Praça começa com títulos que abordam experiências de infância com reflexões mais adensadas, e encerra-se com obras mais elaboradas. “Trazemos filmes que vão ao encontro do público, no sentido de dialogarem com um repertório mais amplo da cultura pop e do cinema tradicional ou televisivo, e com temas da atualidade. Tomamos cuidado para dar conta de entreter, divertir e provocar experiências nesse público”, comenta a curadora Tatiana.

ATRAÇÕES ARTÍSTICAS

O cinema em conexão com as outras artes. A Mostra Tiradentes tem por tradição oferecer uma série de atrações que destacam diversas linguagens e manifestações artísticas em diálogo com a programação de cinema. Neste sentido, ao longo de cinco dias de evento, a plateia vai poder curtir uma agenda diversificada, em parceria com o Sesc em Minas, que inclui música, teatro de rua, intervenções artísticas e circenses, exposição, videoarte, performance e lançamento de livro. 

Logo, na abertura, dia 27 de abril, quarta, às 19h, o público será recepcionado na Praça pela Banda Ramalho, que também participa do Cortejo da Arte, no dia 30 de abril, sábado, a partir das 15h30, com saída da Igreja do Rosário rumo ao Largo das Forras. O Cortejo vai reunir ainda grupos da cidade de Tiradentes que serão guiados por Maurício Tizumba e o som do Tambor Mineiro.

A programação inclui a presença dos personagens da Turma do Pipoca e a intervenção circense com o Palhaço Maizena, que atuam nos dias 29 e 30 de abril, sábado e domingo, às 10h30 e 17h30, abrindo as atividades da Praça, no Cortejo e nas duas sessões da Mostrinha, e levando a arte circense para dialogar com o cinema.

A palhaçaria do grupo Minha Companhia, com as composições autorais de Maria Tereza Costa e Janaina Morse como Tecla e Brisa em “Showzaças”; a intervenção urbana “Parquear Bando”, realizada pela Dança Multiplex, que utiliza bambus como um dispositivo para a desaceleração, equilíbrio e composição coreográfica; o teatro de rua “Aquarela, um show cênico do grupo Maria Cutia”; e o espetáculo do Rubinho do Vale “Cantoria de ser criança” são atrações que acontecem nos dias 28 de abril a 1o de maio, sempre às 11h, 15h e 17h, evidenciando a arte como motor de transformação e celebrando a potência das linguagens artísticas com a participação do público.

Para o encerramento da ação presencial da 25a Mostra Tiradentes, teremos a intervenção artística “Naquele Bairro Encantado – Episódio II: Ensaio para uma serenata”, do grupo Teatro Público, no domingo, dia 1o de maio, às 21h30, saindo do Cine-Praça com um grupo de velhos mascarados que oferecem suas canções antigas nas casas por onde passam.

Durante os cinco dias, o público poderá conferir ainda a exposição “Mostra Tiradentes 25 anos”, em painéis fotográficos que contam um quarto de século de história da mostra, instalados no Largo das Forras. Entre as novidades desta ação, está também a Rádio CBMM, que ocupa a praça com uma programação para o público interagir, com participação especial do apresentador Elias Santos.

TODA PROGRAMAÇÃO É OFERECIDA GRATUITAMENTE AO PÚBLICO.

ÚLTIMAS

Endereço

Belo Horizonte – Minas Gerais

Apolo Sites © 2021 | Todos os direitos reservados.