“Ótimas composições com o lendário requinte harmônico de Minas”, afirma Ed Motta sobre o novo disco de Áureo Lopes

O disco “Outras Esquinas” será lançado em todas plataformas de streaming no próximo sábado (9) com uma live show no YouTube e lançamento no Japão pela gravadora Mocloud no dia 13 de abril

O baixista Áureo Lopes estreia como compositor e arranjador de temas instrumentais com “Outras Esquinas”. O álbum, que será disponibilizado nas plataformas digitais no próximo sábado (9), comprova a maturidade do músico e realça a afamada qualidade da música produzida em Minas Gerais. Resultado disso, é o lançamento pela gravadora Mocloud no Japão no dia 13 de abril.

Acompanhado por um time de nomes reconhecidos, Áureo mostra nas nove faixas do disco notável habilidade na criação de melodias e harmonias e elegância na interação com os outros instrumentistas, no modo discreto de atuar como baixista e bandleader. O núcleo de “Outras esquinas” foi formado pelos músicos Gustavo Figueiredo (piano, teclado e colaboração nos arranjos), Lincoln Cheib (bateria), Amauri ngelo (violão de nylon e guitarra), além de Áureo Lopes no baixo e vocal. O álbum contou ainda com as participações do cantor Tadeu Franco (em “Chão de Minas”), da cantora Camilla Leonel (“Marítimo”), do saxofonista (e letrista do Skank) Chico Amaral (na faixa “77”) e do percussionista Bill Lucas (“Guima”, uma homenagem a Renato Guima, do grupo Lombinho Com Cachaça, e “Jobi”).

As faixas de “Outras Esquinas” somam gêneros variados, como a bossa nova, o jazz soul e a música mineira, ao mesmo tempo em que recriam a sonoridade da música instrumental do final dos anos 1960 e início dos 70, através, entre outros recursos, do uso do icônico piano elétrico Fender Rhodes (Áureo, a propósito, usa um baixo Fender Precision, de 1969, favorito dos músicos de soul daquele período). “Uma das minhas intenções neste trabalho foi buscar recriar a sonoridade daquela época, que eu gosto muito e estudei recentemente”. O requinte melódico de “Outras Esquinas” não encobre o trabalho realizado com o ritmo e o balanço, que atravessam todas as faixas. “O swing está no nosso DNA”, observa o músico.

O produtor executivo, Gilson Fernandes, comenta a ansiedade no disco começar a circular o mundo. “Inclusive, o disco vai começar pelo outro lado do planeta, sendo lançado pela gravadora MoCloud Records, que tem sede em Yokohama, no Japão. Isso é resultado do trabalho sério e de qualidade, desde a escolha do Ultra Studio até a escolha dos instrumentos utilizados para a gravação”, explica.

O disco “Outras Esquinas” foi viabilizado por meio da Lei Aldir Blanc e a live show de lançamento pela Prefeitura de Itabirito, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, com produção da Stereo 8 Produções e Holofote Comunicação e Cultura.

O disco estará disponível em todas as plataformas digitais no dia 09 de abril pelo link https://found.ee/WoKmb

Show de lançamento às 20 horas do mesmo dia no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCf6EsURg7kDcjyKtkCMR3SA

ÚLTIMAS

Endereço

Belo Horizonte – Minas Gerais

Apolo Sites © 2021 | Todos os direitos reservados.