Tem início o projeto para instalação das câmeras do projeto “Olho Vivo” em São Sebastião do Sacramento

MANHUAÇU (MG) – O Conselho Comunitário de São Sebastião do Sacramento, em parceria com a Prefeitura de Manhuaçu e o 11º Batalhão de Polícia Militar, estão iniciando o projeto para instalação das câmeras do projeto “Olho Vivo” no distrito. A implantação do sistema de monitoramento será realizada na forma de projeto piloto e poderá ser expandida para os demais distritos de Manhuaçu.

Conforme o plano de trabalho elaborado pelo Conselho, serão instaladas câmeras de alta definição em pontos estratégicos de São Sebastião do Sacramento e nas entradas e saídas do distrito. O monitoramento será feito pela Polícia Militar.

PUBLICIDADE

O objetivo da instalação dos equipamentos é minimizar os índices de criminalidade por meio do monitoramento das ruas 24 horas e assim dar mais segurança à população.

A parceria foi aprovada em reunião da Câmara de Manhuaçu, na semana passada, por unanimidade. A vereadora e moradora no distrito, Mariley do Carmo Batista Lopes, explica que a comunidade tem uma realidade distinta. “Sacramento é distante da sede, dificultando as atividades policiais e de segurança. Nós vivenciamos um cenário de décadas de violência, de insegurança e várias outras situações que vem agravando e prejudicando o desenvolvimento do nosso distrito. Esse projeto tem o meu apoio, o apoio da Prefeita Maria Imaculada, da Polícia Militar, das igrejas, dos comerciantes. Vamos inovar e ampliar a segurança, tendo em vista que o efetivo da Polícia Militar não é suficiente para cobrir todos os lugares que precisam”.

Mariley fez reuniões com a comunidade e entidades e órgãos municipais e estaduais para levantar um diagnóstico do distrito. São Sebastião do Sacramento participa em 25% da produção de café de Manhuaçu, tem 1.300 famílias e cerca de 4.000 moradores. Escolas da comunidade colhem boas aprovações no ENEM, nas Olimpíadas de Matemática e aprovações em universidades federais. Devido à insegurança, há mais de quatro anos que a comunidade não dispõe, por exemplo, de serviços bancários.

PARCERIA

Durante a última sessão do Poder Legislativo, a vereadora ressaltou que vários segmentos se envolveram no projeto piloto que será feito em Sacramento. A parceria envolve o Conselho Comunitário, a Polícia Militar, a Prefeitura de Manhuaçu e a Câmara Municipal.

“Estou empenhada nesse projeto da nossa comunidade e sou parceira pelo bem de Sacramento. Agradeço a todos os vereadores que apoiaram a proposta do conselho comunitário. A Prefeita Maria Imaculada, que conhece a realidade do distrito, e reforçou que esse projeto faz parte do plano de governo dela. Também quero agradecer a todos os membros do conselho e ao Padre Roberto Carlos, que tem nos dado muito apoio, inclusive vai ceder um espaço próximo ao salão paroquial para que tenha um ponto de apoio físico para a PM. Agradecer a PM, através do comandante Tenente Coronel Luciano Reis, Tenente Vieira e Tenente Gedaías, que se comprometeram com esse processo” ressaltou a vereadora Mariley do Carmo.

Após a aprovação na Câmara de Manhuaçu, a Prefeita Maria Imaculada sancionou a lei autorizando o repasse dos recursos para o Conselho Comunitário, que será responsável pela implantação e gerenciamento das câmeras.

Fonte: Portal Caparaó

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google

ÚLTIMAS

Endereço

Belo Horizonte – Minas Gerais

Apolo Sites © 2021 | Todos os direitos reservados.